domingo, 31 de dezembro de 2017

MURAL DE RECADOS



terça-feira, 21 de fevereiro de 2017


http://www.esoterikha.com/coaching-pnl/mensagem-de-boas-vindas-inicio-das-aulas-boas-vindas-inicio-ano-letivo-dinpro.php

sábado, 18 de fevereiro de 2017


Avaliação Diagnóstica - 3º ano - 2017

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 1º ANO - 2017

ESQUEMA 01 - 1º ANO - 2017

EEEFM “Professora Filomena Quitiba”
Série: 1ª série – Ensino Médio
Assunto: Introdução aos Estudos Históricos
Professor: Dayvid Machado Fernandes – História.

INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS HISTÓRICOS

Ao longo de milênios os seres humanos foram desenvolvendo Técnicas e Tecnologias com as quais foram vencendo desafios e ocupando novos espaços.
O que é história e o que ela estuda?
− História é um vocábulo de origem grega que significa “conhecimento por meio de uma indagação”. Ele deriva de histor: “sábio” ou “conhecedor”.
História é a ciência que estuda a mudança, a vida humana através do tempo - o que os homens fizeram, pensaram ou sentiram enquanto seres sociais.
− As mudanças as permanências e as continuidades – são os objetos de estudo da história, ou seja, a história estuda a longa aventura dos seres humanos sobre a terra, os vários aspectos da vida social no passado e no presente.
O processo de transformação onde todos os homens são agentes das constantes mudanças que ocorrem é chamado de processo histórico.
“História é o estudo dos seres humanos no tempo” ( Marc Bloch)
“A História é o processo de mudança contínua da sociedade humana” (Lucien Febvre)

O termo história:
Os gregos foram os primeiros a utilizá-lo - Histor, originalmente, significava aquele que apreende pelo olhar, aquele que sabe, o testemunho, aquele que testemunhou com seus próprios olhos os acontecimentos - “História” (“his” + “oren”) significava apreender pelo olhar aquilo que se sucede dinamicamente, ou seja, testemunhar os acontecimentos, a realidade.
Por influência de Heródoto, que deu o título de Histórias ao resultado de suas pesquisas acerca das Guerras Médicas, o termo assumiu o sentido particular de busca do conhecimento das coisas humanas, do saber histórico - História passou a significar a busca, a pesquisa e também os resultados compilados na obra histórica.

Tempo
− O tempo cronológico - cronológico é aquilo que pertence ou que é relativo à cronologia (a disciplina cujo objetivo é a determinação da ordem e das datas dos acontecimentos/eventos). Cada povo de acordo com a sua cultura, criaram calendários próprios para dar início a contagem do tempo:
Judeus –  datam a história da sua civilização a partir da criação do mundo, episódio bíblico narrado no Torá, que teria ocorrido numa data equivalente ao dia 7 de outubro de 3760 a.C. do calendário cristão, ao pôr do sol.
Cristãos – datam a história da humanidade tendo como referência o nascimento de Cristo; (a.C. = antes de Cristo – d.C. = depois de Cristo).
Muçulmanos – datam a história da sua civilização a partir da Hégira, evento que marca a fuga do profeta Maomé, fundador da religião islâmica , de Meca para Medina. Esse acontecimento, que marca o início do calendário muçulmano, ocorreu no ano de 622 do calendário cristão.
−  O tempo histórico – é o modo como cada grupo ou sociedade vivencia, percebe e organiza o seu tempo cronológico, ou seja, o modo de vida varia muito de uma sociedade para outra, cada uma tem a sua organização social e econômica; seus membros tem mentalidade e visão de mundo próprias, criadas, desenvolvidas e modificadas ao longo de sua história. Portanto, embora o tempo passe igualmente para todo o mundo, nem todos passam pelo tempo da mesma forma.
• Tempo da natureza
• Tempo da fábrica
• Tempo da informática
− O tempo e suas durações
Curta duração - é caracterizado por eventos breves, como um golpe político, uma disputa eleitoral, ou a assinatura de uma lei.
Média duração - é marcado por transformações mais lentas, mas que podem ser percebidas no decorrer da vida de uma pessoa, como a vigência de um sistema econômico ou a duração do reinado de um monarca.
Longa duração - é formado por processos históricos que demoram longos períodos de tempo par ocorrer. É o caso dos valores morais, que se transformam muito lentamente.






Visitas